5 de jul de 2013

Resenha #14 - Melancia - Marian Keyes

Nome: Melancia - Família Walsh, livro 1.
Autora: Marian Keyes
Páginas: 490
Editora: Bertrand Brasil
Ano de lançamento: 2011
Classificação:  ⭐⭐⭐
Sinopse: Foi demais da conta para Claire o dia do nascimento da sua filha. Ao acordar no quarto do hospital depara com o marido olhando-a na cama. Deduzindo tratar-se de algum tipo de sinal de respeito, ela nem suspeita de que ele soltará a notícia da sua iminente separação: “Ouça, Claire, lamento muito, mas encontrei outra pessoa e vou ficar com ela. Desculpe quanto ao bebê e todo o resto, deixar você desse jeito...” Em seguida, dá meia-volta e deixa rapidamente o quarto. De fato, ele sai quase correndo. Com 29 anos, uma filha recém-nascida nos braços e um marido que acabou de confessar um caso de mais de seis meses com a vizinha também casada, Claire se resume a um coração partido, um corpo inteiramente redondo, aparentando uma melancia, e os efeitos colaterais da gravidez, como, digamos, um canal de nascimento dez vezes maior que seu tamanho normal! Não tendo nada melhor em vista, Claire volta a morar com sua excêntrica família: duas irmãs, uma delas obcecada pelo oculto, e a outra, uma demolidora de corações; uma mãe viciada em telenovelas e com fobia de cozinha; e um pai à beira de um ataque de nervos. Depois de muitos dias em depressão, bebedeira e choro, Claire decide avaliar os prós e contras de um casamento de três anos. E começa a se sentir melhor. Aliás, bem melhor. É justamente nesse momento que James, seu ex-marido, reaparece, paea convence-la a assumir a culpa por te-lo jogado nos braços de outra mulher. Claire irá recebê-lo, mas lhe reservará uma bela surpresa...

Resenha:
Esse é meu primeiro livro da Marian e confesso que esperava bem mais talvez minhas expectativas estivessem altas demais, ao ponto de não ter apreciado tanto a leitura desse livro. Mas reconheço que a escritora tem um jeitinho todo dela de escrever que nos faz ficar presos à história. Entretanto, Melancia não é nem de longe um livro que podemos chamar de totalmente alegre/feliz/divertido. Motivo, Claire é um pouco chata! 90% do livro são devaneios dela. Ok. Ela foi abandonada pelo marido logo após o nascimento da filha (depois que ele confessou ter um caso com uma vizinha também casada).

Então Claire resolve passar a licença maternidade na casa da família: o pai à beira de um ataque de nervos por ter que conviver com tanta mulher, a mãe com fobia de cozinha e viciada em telenovelas e duas irmãs. Uma destruidora de corações; outra, ao estilo hippie. 
E ai começa a história de uma mulher que passa os dias na cama, pensando e repensando em coisas inúteis e sem um mínimo de importância, em todos os defeitos que possui (ou acha possuir) para encontrar uma razão que justifique abandono que sofreu.

Entendo que a história de Claire, seus pensamentos, seus medos e tudo mais, são típicos, mas Keyes pecou um pouco batendo na tecla da depressão e deixando muitas páginas para narrações dispensáveis.
MAS, o livro tem seu lado bom? Claro que tem e esse lado se chama Adam. *-*
Adam amigo de sua irmã Helen - boa pinta, inteligente e, claro, supersensível. Mas para saber se Claire e Adam ficam juntos vocês vão ter quer ler o livro para descobrirem ok?! hahah

Até porque James o marido traidor e insensível vai voltar, sim ele aparece na trama quando ela está tomando rumo só pra complicar a situação, e para piorar acusando a mulher de tê-lo induzido a procurar uma amante. Como Claire é um pouco manipulável começa a questionar sobre isso. E o que acontece? Bom vocês realmente vão ter que ler o livro pra descobrir isso também... haha
Mas alerto que a parte ruim é que até chegar nessas partes, do envolvimento deles, o que ela vai fazer sobre o retorno de James qualquer um já quer esganar a Claire e ponto final. 

Mas você nota o modo como a autora nos alerta para que não sejamos como Claire, ou que saibamos dar a volta por cima e recomeçar, como ela fez (por mais que tenha demorado). Sabemos que o mundo possui muitos tipos de James e Adam, e temos que abrir os olhos para não nos decepcionarmos e haver um arrependimento futuro.

Enfim, vale a pena ler eu me decepcionei um pouco, mas não acho que vá ser assim com todo mundo. Então dê uma chance a Marian Keyes pra você que nunca leio nada dela, ou para o drama da Claire, ou pela Kate que foi abandonada pelo pai. E se isso não for motivo suficiente, leia pela Família Walsh, essa sim arrancará de você ótimas gargalhadas!

  
“A vida simplesmente vai em frente e faz o que tem vontade, sempre que tem vontade”. 


É isso pessoal comentem e até a próxima

Um comentário:

  1. Oie :)

    Nossa eu já li quase todos livros da Marian e adoro ela <3 o primeiro que li dela foi Melancia e ganhou 4 estrelas justamente por Clarie ser chata hahaha, leia Casório aquela sim é Marian Keyes, beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir